Vida comunitária

Todo o ser humano está voltado para o relacionamento. O homem se revela e se conhece somente ao se comunicar.
Comunicar não é simplesmente dar informações sobre acontecimentos quaisquer ou um meio para se fazer entender pelo outro, mas antes de tudo revelação de si mesmo ao outro.
A boa comunicação deve brotar do silêncio. Quando surgem palavras as quais não se originam do silêncio elas tornam-se um falatório sem sentido, superficial, um amontoado de palavras sem significado nenhum.
A partilha quer dizer capacidade e a liberdade de se doar ao outro na verdade e na riqueza daquilo que se é e se tem, com a certeza de poder se realizar na própria identidade somente graças à contribuição do outro. Ela é, antes de tudo lógica Trinitária. É a Trindade que primeiro partilha seu ser com a humanidade e nos convida a fazermos o mesmo com os irmãos e irmãs.
A partilha Afetiva. É o sentir com. Fazer do sonho do outro também meu sonho. Para que isso possa vir a acontecer é necessário que me liberte de meus bloqueios pessoais. Que deposite um julgamento firmemente positivo ao outro. Que eu esteja disposto a acolher e me tornar responsável pelo meu irmão/irmã, bem como me saber necessitado também dele/dela.
O Senhor quando se revela à humanidade não o faz a uma pessoa isolada, mas a um grupo. Por vezes encontramos os discípulos de Jesus conversando entre si para compreenderem melhor o que o Senhor lhe havia transmitido. Também nós enquanto cristãos deveríamos partilhar com nossos irmãos e irmãs as experiencias que fazemos do Ressuscitado.

Deixe um Comentário

0 Comentários.

Deixe um Comentário


NOTA - Você pode usar estesHTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>