“Ver Jesus” é o anseio mais profundo do coração humano

Esse conhecimento não é simples informação, mas deve ser traduzido numa experiência íntima e mobilizadora, num encontro que dê sentido à vida.

A experiência da fé, encontro pessoal com Jesus Cristo, Caminho, Verdade e Vida, alimentará o processo de conversão dos filhos e filhas de Deus, dando um novo sentido á existência e fará sentir a profunda alegria de ser discípulo de Jesus na comunidade e no testemunho do Reino de Deus.

Hoje, mesmo sem saber expressar desse modo os que buscam, são muitos os que querem ver, conhecer e encontrar Jesus. Na verdade, ele é a resposta aos anseios mais profundos do ser humano, pois, “ilumina todo ser humano que vem a este mundo”.

“Ver” significa conhecer e ter experiência pessoal de Jesus. O desejo de ver revela o querer participar da vida por Ele oferecida.

“Ver Jesus” significa, de fato, acolher sua Pessoa com alegria. Ele é nosso único Salvador. No seu seguimento encontramos a resposta às exigências mais profundas de nossa vida.

“Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida” (Jo 14,16): é a revelação que Jesus faz, de si mesmo, aos seus discípulos, indicando-lhes o sentido de um verdadeiro encontro com Ele. “Eu sou” indica Jesus, o Verbo Encarnado, como presença de Deus na história. Ele é, por isso mesmo, o revelador por excelência e o missionário do Pai. Assim, ser discípulo de Jesus, “Caminho, Verdade e Vida”, é tornar-se missionário: “como o Pai me enviou, também eu vos envio” (Jo 20,2Ib).

O encontro pessoal com Jesus Cristo vivo, o novo Moisés, indica o êxodo de si para a ida ao encontro dos outros, solidariamente. A “Verdade” é Jesus Cristo, a Palavra encarnada, e não um sistema organizado de idéias e de conceitos. Ele é a Verdade que dá pleno sentido à nossa vida, ajudando-nos a compreender o significado profundo de nossas experiências.

Deixe um Comentário

0 Comentários.

Deixe um Comentário


NOTA - Você pode usar estesHTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>